5 problemas de relacionamento no WhatsApp Marketing

O mundo dos negócios proporciona diversos dilemas para os gestores comerciais, e adotar o WhatsApp Marketing para potencializar a comunicação com seus clientes é um deles. Uma das plataformas de mensageria mais utilizadas no mundo possui linguagem e boa penetração em quase todos os públicos.

No entanto, até pouco tempo atrás, o aplicativo se posicionava claramente como uma ferramenta de comunicação entre pessoas, sem espaço para a atuação de empresas. Recentemente, o WhatsApp modificou seus termos de serviço e política de privacidade, dando a entender que oferecerá mais suportes em breve para contas corporativas.

Até lá, adotá-lo na comunicação com clientes pode trazer alguns riscos para a empresa. Levantamos 5 questões que devem ser analisadas com muito critério. Acompanhe:

1. O WhatsApp pode banir uma conta sem aviso prévio

O WhatsApp, que agora faz parte da família de empresas do Facebook, pode banir uma conta a qualquer momento e sem qualquer tipo aviso se identificar que algum de seus Termos de Serviço não foi cumprido.

Com a conta banida, todos os contatos são bloqueados e o histórico das conversas é apagado em até 72 horas, inclusive dos demais interlocutores, sejam outros funcionários ou clientes, o que demonstra ser uma fragilidade na manutenção do contato frequente com clientes, por exemplo.

2. Não existe a possibilidade de usar um número central para divulgação

É necessário um número de celular para cada usuário, o que inviabiliza a divulgação de um número central de WhatsApp para os clientes.

Para atender a um alto volume de clientes ou vendedores, por exemplo, uma empresa deverá ter diversos números divulgados, o que dificultará a gestão do atendimento e também demonstrará amadorismo.

3. Não existe integração com outros canais de atendimento

Empresas estruturadas integram canais de atendimento por meio de sistemas de gestão de clientes que armazenam todas as interações do atendimento.

Desta maneira, mesmo que um cliente tenha iniciado o contato por e-mail, poderá tirar dúvidas sobre o andamento de sua solicitação pelo call center.

Além disso, não existem funcionalidades comerciais até o presente momento, ou seja, o WhatsApp Marketing também não pode contar com ferramentas que permitem o cliente escolher entre opções de produtos durante uma conversa nem concluir a compra.

4. Não existe garantia da segurança das informações

Uma das últimas atualizações do WhatsApp prevê a permissão de dados do usuário do WhatsApp para o direcionamento de ofertas no Facebook. Apesar de ser opcional, demonstra que existe um meio de usar os dados dos usuários e seus respectivos contatos no Facebook.

Seja por um descuido do funcionário ou pela ação criminosa de terceiros, a segurança dos dados da empresa e seus clientes pode ser comprometida, gerando ainda mais prejuízos ao negócio.

5. Direcionamento dos Termos de Atualização do WhatsApp

Os Termos de Uso do WhatsApp reforçam sua tendência de explorar comercialmente o canal em um futuro próximo, e por este motivo seus administradores já utilizam cláusulas que inibem a utilização comercial do aplicativo.

Em seu Termo de Utilização, o item “Uso lícito e aceitável” proíbe o uso da ferramenta para publicidade, se passar por outrem (no caso de representantes de uma empresa), envio de mensagens em massa e, por último, de não fazer o uso exclusivamente pessoal.

Tais recomendações limitam até mesmo ações comerciais da empresa, como o envio de relatórios e orientações para vendedores externos e também a divulgação de uma promoção para clientes cadastrados, ainda que eles tenham aceitado recebê-las.

Como utilizar o WhatsApp Marketing ?

Tudo indica que o WhatsApp já percebeu que existe uma demanda tanto de empresas quanto de pessoas para que o canal se abra para novas possibilidade de comunicação corporativa. Por isso, atualizou seus termos de uso e deu indicativos de que em breve oferecerá suporte às empresas e, talvez, a chatbots, para tornar o atendimento ainda mais eficiente.

Se o público-alvo de uma empresa ou o caráter administrativo das suas comunicações internas for compatível com soluções de mensageria instantânea, o ideal é a adoção de chatbots para suas interações.

Com os chatbots é possível diversificar as estratégias comerciais, interagir de forma particular com apenas um usuário ou divulgar conteúdo similar para vários deles. Hoje, plataformas como o Facebook Messenger, o Telegram e o Slack já suportam essa tecnologia e possuem milhares de chatbots oferecendo uma gama variada de serviços.

Além dos problemas expostos acima, é preciso lembrar que o WhatsApp é regido pelas Leis americanas e também não conta com um suporte de fácil acesso que possa ser acionado no caso de indisponibilidade.

Agora que fornecemos os insights, é hora de rever as estratégias da sua empresa. E se você gostou deste conteúdo, curta nossa página do Facebook e receba outras análises como esta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This