5-tendencias-mobile-pra-ficar-de-olho-em-2017.jpeg

5 tendências mobile pra ficar de olho em 2017

As tecnologias móveis revolucionaram o mercado ao gerarem novas oportunidades de negócios, especialmente após a Apple ter lançado o iPhone em 2007. Quase uma década depois, tablets, smartphones e outros dispositivos do gênero já fazem parte do cotidiano de muitos consumidores. E esse segmento tecnológico será impulsionado por tendências mobile que podem se consolidar já em 2017.

Para se ter uma ideia da força do mercado mobile, em 2014, cerca de 80,4% das famílias com conexão à internet usaram o celular para acessá-la, contra 76,6% que navegaram por meio de computadores portáteis. É o que apontou a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada no início de 2016.

Isso mostra que há terreno a ser explorado, ainda mais com essas 5 tendências mobile que mostraremos a seguir!

1. Avanço de tendências mobile voltadas à “Internet das Coisas”

A Internet das Coisas (IOT) é uma revolução que visa conectar dispositivos eletrônicos do cotidiano, como eletrodomésticos e aparelhos elétricos, à internet. Dessa forma, com o uso de sistemas mobile e aplicações inteligentes será possível, por exemplo, ligar o ar-condicionado com um toque no tablet ou verificar o que falta na geladeira diretamente no smartphone.

Outros itens que fazem parte dessa onda são elevadores, automóveis, óculos, etc. Isso demonstra que poderemos encontrar uma gama de aplicações mobile para gerenciamento e integração desses dispositivos, visando torná-los mais eficientes no dia a dia. Sem falar no surgimento de ações de marketing e vendas direcionadas a esses equipamentos.

2. Consolidação dos clientes Omnichannel

A consolidação do cliente omnichannel, ou multi-canal, já começou. Isso está influenciando desenvolvedoras móbiles a trabalharem em soluções que possam atender melhor esse novo tipo de consumidor, o qual se caracteriza por realizar compras em múltiplos canais (smartphone, televisão, rádio, notebook, lojas físicas etc.).

Como é faz uso das principais soluções de consumo do mercado, aplicações mobile que facilitem o consumo em diferentes mídias e se adaptem a plataformas distintas tendem a ganhar sua preferência.

Por exemplo, hoje o cliente quer a comodidade de comprar pelo smartphone num e-commerce e pegar o produto na loja mais próxima da mesma empresa, a qual necessita de um aplicativo que ajude a unir o canal digital ao físico.

3. Expansão dos wearables

Assim como os smartphones e os tablets se expandiram e se consolidaram no mercado, os wearables (tecnologias vestíveis) também caminham nessa direção.

Contando com relógios, óculos, pulseiras e outras peças já conhecidas, os wearables começam a ganhar terreno em setores mais segmentados e especializados, como na área de saúde. Nessa, as opções de monitoramento do corpo humano são destaques.

4. Ampliação dos Chatbots

Chatbots já são empregados em muitas empresas para atenderem clientes que possuam solicitações e dúvidas simples. Porém, essa tecnologia está evoluindo e, em breve, os robôs poderão realizar atendimentos complexos como se fossem funcionários.

Com isso, as empresas poderão entregar soluções mais ágeis, eficazes e rápidas, especialmente quando possuem um grande volume de clientes. Seus atendentes deixarão de realizar tarefas repetitivas e poderão se dedicar a serviços que melhorem o relacionamento com os consumidores.

Os chatbots também serão usados com maior ênfase na venda de produtos e serviços.

5. Evoluções do SAC 2.0

O SAC 2.0 passará por evoluções e se tornará mais importante à medida que novas soluções móbiles surgirem, as quais serão geradas pelas tendências acima e pela transformação digital.

A necessidade de presença virtual para atender clientes através de blogs, sites, aplicativos, portais, mensageiros instantâneos, mídias e redes sociais (Facebook, Snapchat, Twitter, YouTube, LinkedIn) será ampliada graças à proliferação de novos dispositivos e à integração deles. Isso permitirá às organizações agregar valor ao atendimento e gerar uma relação mais positiva com consumidores.

O acesso à web poderá continuar em crescimento, impulsionado na medida em que mais pessoas passarem a se conectar por dispositivos cada vez mais acessíveis. Isso poderá propiciar a elevação de transações comerciais em meios virtuais, que são sustentados por grande contingente de aplicações mobile de atendimento, marketing, relacionamento entre outras.

Por isso, as empresas devem ficar de olho nas tendências mobile para 2017, preparando-se para adotá-las antes que seus concorrentes.

Gostou das dicas? Compartilhe-as nas suas redes sociais para que mais gente possa conhecê-las!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação