chatbot de carnaval capa post

Cai na Folia BH: Um chatbot de carnaval para a comunidade

Quem já ouviu a expressão “o ano só começa depois do carnaval” sabe bem do que vou falar. Não importa se você gosta mesmo é de ficar em casa descansando ou de ir para a folia; é fato que a maior festa popular do país afeta a rotina de todo mundo.

Nos últimos tempos, nossa BH vivenciou uma reviravolta no cenário carnavalesco de rua. Se há alguns anos os blocos eram esparsos e tímidos, agora são mais de 500 registrados. Paramos de viajar no feriadão para curtir a cidade e começamos a viver a rua de uma forma diferente da correria do dia a dia.

Em meio a essa explosão de agito, muita gente se perde entre tantas opções. Foi pensando nisso — em uma tarde aqui na empresa — que o Rafael Pacheco expressou sua vontade de fazer um chatbot de carnaval, em que as pessoas pudessem consultar os blocos, escolher entre eles e se planejar melhor. Compramos a ideia na hora e assim formou-se uma equipe de desenvolvedores, designers, QAs, analistas e os mais diversos profissionais que têm uma paixão em comum: o carnaval de BH!

Esse projeto é um dos que eu mais me orgulho de ter participado. É um bot essencialmente construído para ajudar a comunidade de forma despretenciosa. Nasceu da gente para os belo horizontinos!

O processo de construção

Reunidos e com nosso objetivo bem estabelecido, precisávamos de um nome que fosse simples, direto e mostrasse exatamente a quem ele era dedicado. Assim nasceu o Cai na Folia BH, o bot que te ajuda a ver os blocos de cada região, escolher aquele em que você vai e ainda notifica quando o bloco vai começar.

Pensar na identidade visual ficou mais fácil com o trabalho em equipe — como UI Designer, meu objetivo era ter mais pontos visuais em meio à conversa para torná-la mais descontraída, rica e ser mais um reforço para a marca. Além de todas as peças de comunicação, trazer o mundo imagético para o bot só foi possível graças aos desenvolvedores.

Por exemplo: Não seria possível criar uma imagem para cada bloco, então resolvemos isso por um modelo de card replicado por código. A liberdade que me deram para criar tornou tudo mais fácil.

Sem spoilers aqui para não estragar a surpresa, mas tente enviar uma foto ou um vídeo e veja o que acontece. 😉

Sobre o desenvolvimento, utilizamos uma ferramenta que será lançada para o público depois do carnaval: o builder do BLiP. Ele é exatamente isso: um construtor para que vários profissionais consigam criar seus bots de forma mais otimizada. Vocês vão ouvir falar muito dele no futuro, pois ele é uma ferramenta essencial para quem quer mergulhar nesse universo.

Algumas tecnologias do nosso chatbot de carnaval

Para desenvolver o Cai na Folia, utilizamos consultas em APIs próprias, processamento de linguagem natural (NLP) IBM Watson, ferramentas de análise como o Chatbase, além de funcionalidades que ajudam na interação com usuário, como agendador, broadcast e lista de distribuição.

Aqui o que você encontra ao dar oi para o bot:

gif chatbot de carnaval
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Para conhecê-lo melhor, é só acessá-lo no Messenger.

O Cai na Folia BH começou por uma ideia e evoluiu muito mais do que o planejado. Através dele, já conseguimos ter vários insights de comportamento do usuário, que geram aperfeiçoamentos todos os dias. Esperamos que ele ajude o máximo possível de pessoas e estamos trabalhando ações para divulgação e desenvolvimento para os próximos anos. Afinal, o carnaval de BH não para de crescer — e nós crescemos com ele!

Já pensou em organizar seus blocos preferidos com um chatbot de carnaval? Compartilhe a ideia com seus amigos e caia na folia! o/


Fabiana Kauder post chatbot de carnaval
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Fabiana Kauder

UI Designer

LinkedIn

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia mais:

Saiba por que você deve apostar em chatbots para eventos

Chatbot como alternativa de inovação para entretenimento

Case Take: Chatbot de engajamento do Rock in Rio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This