campus party mg capa post

Campus Party MG: conheça o evento e veja o que achei da 2ª edição

O que é a Campus Party MG? Vale a pena participar? Como aproveitá-la? O que você pode encontrar por lá?

Esses são alguns dos  questionamentos que ouvi de vários colegas de trabalho durante as semanas anteriores ao evento, que aconteceu dos dias 1º a 5 de novembro. Por isso, criei este artigo com a intenção de te dar uma ideia do que é o evento e do que aconteceu nesta edição para te ajudar a decidir se você irá na próxima. Vamos lá?

O que é a Campus Party?

É um festival criado em 1998 por Paco Ragaelles que traz temáticas de empreendedorismo, ciência, inovação e entretenimento digital, onde é possível adquirir e compartilhar conhecimento através de palestras, workshops,  hackathons e networking com os campuseiros (nome dado aos participantes). Neste ano, aconteceu a segunda edição da Campus em Minas Gerais, e o espaço do evento foi divido em três áreas: Empreendedorismo, Criatividade e Entretenimento; Ciência e Inovação; e o palco principal Feel the Future, no qual acontecem as principais palestras.

campus party mg painel
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
Painel She’s Tech no Palco Feel the Future

Esse não é um evento focado exclusivamente em desenvolvimento  de software, mas é uma parte importante dele, estando presente nos temas de diversas palestras e workshops e sendo essencial para a realização dos Hackathons. Você vai encontrar várias pessoas dessa área, muitos geeks, entusiastas e empreendedores. A campus é um evento com bastante diversidade, afinal, tecnologia é algo amplo e está presente na vida de todos.

Vale a pena participar?

Mas afinal, o que este festival pode trazer que o fará valer a pena? Você pode julgar por conta própria, mas a experiência pode ser muito interessante.

Na área de desenvolvimento de software, posso dizer que é uma ótima oportunidade para estudantes e desenvolvedores iniciantes descobrirem novas tecnologias e colocá-las em prática, em workshops e Hackathons. Algumas dessas atividades abordam tecnologias que estão em alta no mercado, e essa é uma boa ocasião para começar a aprender e criar pequenos projetos com outros campuseiros. Ex: React, Chatbot com Node-RED, Construção de jogos 2D…

A Campus possui muitas horas de conteúdo com ótimos palestrantes, então você pode se atualizar ao mesmo tempo em que adquire conhecimento, ampliando seus horizontes e experimentando novidades. E depois das palestras, é fácil ter acesso aos palestrantes para esclarecimentos, questionamentos e trocar uma ideia. Alguns deles são campuseiros e também participam do evento.

Dicas para aproveitar melhor o evento

Se você decidir ir, faça seu planejamento. A quantidade de conteúdo é muito grande e diversificada, então você pode ficar perdido diante de tantas possibilidades e acabar não aproveitando tudo o que pode. Dentro do evento, foi um pouco difícil me organizar, pois a programação não foi divulgada nos palcos, somente em aplicativos e na página do evento. Fique ligado:

  • Aproveite para conhecer pessoas, criar e participar de novas ideias e projetos. A Campus é um ótimo lugar para encontrar parceiros para suas ideias, ou mesmo para participar como parceiro de alguém. Você pode encontrar um parceiro em um Hackathon, em uma palestra ou workshop — sempre há pessoas à procura de alguém para trabalhar uma ideia em conjunto;
  • Leve sua ideia e procure um parceiro. Vi algumas pessoas divulgando seus negócios, desenvolvedores de jogos tentando viciar seus futuros usuários e procurando parceiros, e até palestrantes procurando colaboradores para trabalhar em suas ideias. Um exemplo foi relacionado a pessoas com conhecimento na tecnologia Blockchain;

campus party mg painel
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
O que não falta é oportunidade para os campuseiros trocarem ideias e construírem projetos em conjunto
  • Alguns Hackathons acontecem durante o evento, então inscreva-se em um deles. Você vai participar de uma experiência que proporciona muito aprendizado, colaboração, networking e que pode tirar a sua ideia do papel. Além disso, os prêmios não deixam a desejar.
  • Aqui em Minas, acontece no mesmo período a feira FINIT, com três arenas que contêm várias atividades: Arena de Negócios, que aborda temas relacionados ao empreendedorismo; Arena Experience, que promove atividades de divulgação científica; e a Arena Criativa, voltada para criatividade e inovação. Então, não deixe de aproveitar todo esse conteúdo além da Campus Party.

Retrospectiva Campus Party MG 2

Confira algumas atividades do evento deste ano — isso pode te ajudar a avaliar seu nível de interesse pela Campus Party. Separei algumas palestras e workshops que mais me chamaram atenção e que podem exemplificar o que de interessante você encontrará no evento:

  • Empreendedorismo e inovação social na nova economia: Lorrana Scarpioni, fundadora da empresa social Bliive, contou sua história e compartilhou um pouco sobre economia colaborativa. Vale a pena experimentar a plataforma Bliive, para trocar experiências utilizando o tempo como moeda de troca;
  • Palestra do criador do Atari, Nolan Bushnell: Acredito que foi a mais esperada. Ele compartilhou um pouco da sua jornada e de sua experiência com suas novas empresas, além de assinar alguns Atari de fãs do console;
  • Workshop Coders: Introdução ao desenvolvimento com React utilizando componentes para construir uma aplicação Web. Aplicação do Node Red em IoT utilizando um bot do Telegram como interface para entrada de comandos. Construção de um jogo 2D em uma Engine Profissional de Game. Todos as atividades foram oportunidades para aprender mais sobre essas tecnologias e aplicá-las durante o evento;
  • Palestra sobre Serious Games: Visão geral sobre a área de jogos aplicados a treinamentos e transmissão de conteúdo educacional. É uma área não explorada e com poucos concorrentes, então é uma boa opção para investir seu tempo;
  • Como o Blockchain pode impactar sua vida e seus negócios: Introdução à tecnologia Blockchain e as possibilidades de aplicação. Projetos e empresas relacionadas: Abra, Steem.io, Everledger, Projeto Ethereum, livro Blockchain revolution. Caso queira aprender mais: blockchainacademy;
  • Palestra Operação Serenata de amor: apresentou o projeto que usa Inteligência artificial para controle da administração pública. Acesse o robô Rosie no Twitter (@rosiedaserenata) para ver as suspeitas levantadas por elas e ajude com as denúncias!

Um evento como a Campus Party traz infinitas possibilidades, basta saber aproveitar! E você, gostou de saber mais sobre a Campus Party MG? Achou que vale a pena ir? Participou dessa edição e gostaria de acrescentar alguma coisa? Deixe seu comentário!

 Imagens: Divulgação Campus Party

campus party mg post luiz
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Luiz Guilherme Correa

Analista de Sistemas

LinkedIn

 

 

 

 

 

 

 

Leia mais:

F8: Veja as perspectivas que o evento trouxe para chatbots

Chatbots e as mudanças no comportamento do consumidor

Saiba o que os chatbots têm a ver com storytelling

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação