entrevista roberto chatbot4devs

Countdown Chatbot4Devs – Entrevista com Roberto Oliveira

É amanhã! Não vemos a hora do Chatbot4Devs \o/

Ainda não comprou seu ingresso para a maior imersão sobre chatbots do Brasil? Então corre que dá tempo!

Fechando nossa série de entrevistas com os incríveis palestrantes do evento, hoje você vai conhecer um pouco mais da relação do Roberto Oliveira, CEO da Take, com os chatbots. Confira:

1- Como surgiu seu interesse em chatbots?

Esse interesse vem desde quando fundamos a Take, em 1999. Desde o primeiro dia da empresa, nós sempre trabalhamos com chatbots, mesmo antes do termo ficar tão popular. Nosso primeiro produto de sucesso foi a venda de ringtones, onde tanto a descoberta quanto o download eram realizados por uma conversa via SMS totalmente automatizada. A solução fez tanto sucesso que passamos por um período de crescimento muito grande. Vimos quanto potencial esse canal de comunicação tinha.

2- Por que você acredita nessa tecnologia?

Acredito em chatbots exatamente por causa do nosso histórico. Testemunhamos ao longo dos anos o quanto o consumidor compreende e gosta de acessar informação e serviços via mensagens. A medida que a tecnologia vai evoluindo, esses canais podem trazer cada vez mais vantagens para as pessoas. Agora, com a abertura das plataformas de mensagens mais populares do mundo, acreditamos que os chatbots vão engolir o mundo! Cada negócio precisará ter seu sistema de mensagens automáticas para se comunicar de maneira eficiente com o consumidor.

3- Qual o impacto os chatbots já causaram no mercado?

Na Take, acreditamos que os chatbots vão destravar a transformação digital nas empresas. Migrar a comunicação, o atendimento e as vendas para o mundo digital vai ser essencial para as empresas sobreviverem no mercado hoje em dia. Assim, essa tecnologia impacta todas as indústrias e todos os negócios, e será um impacto significativo. A onda já começou, com as primeiras empresas identificando a oportunidade e lançando seus chatbots.

4- Qual o futuro dessa tendência?

Essa tendência é o futuro. A onda apenas começou, mas em um curto espaço de tempo, todas as empresas criarão seus próprios chatbots – não apenas para atendimento ao consumidor, mas também para comunicação interna, acesso a serviços, gestão de equipes e outros importantes papéis dentro do negócio. Se hoje existem 10 milhões de apps, existirão pelo menos 100 milhões de chatbots no mundo. Conversar com uma empresa via chat fará parte do seu dia a dia, da mesma forma que conversar por mensagens com seus amigos e familiares já é algo normal e frequente hoje.

5- Pode adiantar um pouco do que você vai falar no Chatbot4Devs?

Vou explicar porque acreditamos tanto nos chatbots, os desafios que as empresas vão enfrentar, e porque estamos apostando todas as nossas fichas em nos tornarmos a melhor plataforma do mundo para desenvolvedores de chatbot.

 

Confira a programação completa do Chatbot4Devs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação