chatbots no varejo capa post

Como transformar a gestão de lojas físicas com chatbots no varejo?

Já consolidados no comércio digital, os chatbots têm se provado ferramentas extremamente úteis para as lojas físicas. Existem diversas aplicações para os chatbots no varejo, desde a resposta de dúvidas rápidas de clientes até o suporte na coordenação da escala de trabalho dos colaboradores.

Além de já serem utilizados com sucesso por multinacionais como a Domino’s, que vende pizzas por mensagens de texto, empresas do varejo como as Casas Bahia também já testaram o impacto dos chatbots em lojas físicas na prática. Neste artigo, vamos explicar melhor como um chatbot pode ser utilizado no varejo e quais as vantagens que eles oferecem para os lojistas. Boa leitura!

Potencializando a experiência do consumidor com chatbots no varejo

Chatbots são softwares extremamente versáteis e, como essa tendência ainda está em crescimento, novas aplicações práticas deles são descobertas a cada dia, não apenas no varejo como também em outros setores.

Fonte rápida de informações

Em uma loja física, os chatbots já são utilizados em diversas funções, sendo que a principal delas é como uma fonte ágil de informação para os consumidores, operando como uma espécie de assistente para quem tem dúvidas sobre produtos ou busca recomendações.

Cada vez mais exigentes e bem informados, os consumidores buscam detalhes sobre o que vão comprar mesmo quando estão em uma loja física: segundo uma pesquisa do Google, 97% das pessoas utilizam o smartphone para se informarem melhor sobre as ofertas de uma loja física antes da compra.

E um chatbot pode ser uma ferramenta bem mais inteligente e prática que uma simples busca pela internet. Em vez de precisar ler todos os detalhes e textos extensos sobre um produto, basta que o usuário faça uma pergunta direta para saber a resposta de que ele precisa. 

Logo, se um consumidor quer entender qual é a diferença entre duas marcas de máquinas de café de cápsula, por exemplo, ele pode efetivamente perguntar isso ao chatbot da loja e receber a resposta imediatamente.

Atendimento personalizado

Além desse papel informativo, os chatbots também são excelentes em entregar atendimento personalizado para seus usuários. Inclusive, é possível configurar chatbots para realizar o pós-venda de forma ativa, informando os clientes sobre os prazos de garantia e solucionando dúvidas técnicas sobre os itens adquiridos.

Suporte nas estratégias de marketing

Naturalmente, os chatbots podem ser parte da estratégia de marketing da loja, como foi o caso do exemplo das Casas Bahia, que desenvolveu um chatbot para uma campanha de divulgação da Black Friday na rede varejista.

Utilizando chatbots como ferramenta para a gestão da loja

Além de servirem aos interesses dos consumidores, os chatbots também podem ser utilizados para necessidades organizacionais das lojas. Uma aplicação que demonstra isso é a possibilidade de equipar os vendedores com dispositivos que acessem chatbots que centralizem informações sobre os produtos.

Mesmo os melhores vendedores não terão na ponta da língua todos os detalhes de cada um dos itens vendidos de uma grande loja, mas, em vez de buscarem informações em um sistema complexo ou perguntarem para colegas, eles podem sanar dúvidas com o chatbot e entregar uma resposta imediata aos clientes que atendem.

Chatbots também são úteis como auxiliares para o treinamento dos vendedores, pois acompanham o seu progresso nas habilidades requeridas pelos empregadores e, ao mesmo tempo que incentivam o aperfeiçoamento da equipe, fornecem uma boa visão aos gestores sobre ela.

Por fim, chatbots também são excelentes para dar suporte à gestão de escalas, intermediando a troca de turnos entre empregados e sanando dúvidas sobre quem estará na loja em determinada data.

Agora que você já aprendeu um pouco sobre as várias aplicações de chatbots no varejo, aproveite para compartilhar este post com seus amigos nas redes sociais!

 

Leia mais:

6 fatos impressionantes sobre chatbots no mundo

Pesquisa sobre chatbots: os consumidores estão prontos?

Veja 4 métricas para avaliar o sucesso do seu chatbot

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação