Atender bem o cliente capa

Saiba como atender bem o cliente com 11 dicas imperdíveis

Não existe uma fórmula perfeita para atender bem o cliente. No entanto, se você conhecer o perfil do seu público e investir nos canais de atendimento certos, é possível suprir as necessidades da demanda, encantar, fidelizar e aumentar as vendas.

Essa realidade representa uma enorme oportunidade para a empresa que atua em mercados competitivos, pois otimiza os resultados e não exige grandes investimentos. Ao mesmo tempo, a marca é vista como inovadora.

Afinal, se o consumidor está mais antenado com as tecnologias, você também precisa fazer o mesmo, concorda? Se ele quer entrar em contato usando o celular, deitado no sofá da sala, é fundamental proporcionar isso para estreitar o relacionamento com ele.

No post de hoje, confira as melhores dicas para o seu atendimento atingir o nível de excelência que a sua empresa merece!

1. Ouça tudo o que o cliente precisa falar

Uma das principais ações para o bom atendimento é ouvir tudo o que o cliente precisa e quer falar. Além de demonstrar respeito, essa atitude permite colher informações relevantes para ligar as reais necessidades dele aos benefícios que o produto oferece.

Muitas vezes, a pessoa fica mais tranquila só com o fato de saber que existe alguém do outro lado dando atenção. Nesse momento, ouça mais e fale menos. Faça as perguntas certas e, depois que ela concluir, diga o que for preciso. Isso te ajudará a atender bem o cliente.

2. Seja ágil nos processamentos

A agilidade nos serviços é fator determinante na produtividade da empresa, mas precisa ser aplicada da maneira correta para não prejudicar o entendimento da informação entre empresa e cliente. O ideal é adotar ferramentas eficientes para processar solicitações e registros em sistemas de atendimento mais diretos.

Nesse sentido, a automação é fundamental para garantir o alinhamento operacional com as estratégias de negócio. Imagine se a sua empresa demorar mais de cinco minutos para identificar o histórico de compras do cliente no meio do atendimento? Certamente, ele se sentiria frustrado. 

3. Não crie falsas expectativas

A equipe de atendimento sabe quais são os principais pontos de insatisfação. Por isso, é um erro não mencionar as características que podem desagradar o seu cliente. Fale a verdade durante a negociação, mesmo que haja resistência.

Reúna argumentos bons para convencer a pessoa, mas jamais omita ou minta sobre alguma informação. Ao criar falsas expectativas, você coloca em risco a imagem da empresa e a reduz as chances de fidelizar o cliente.

4. Tenha ferramentas modernas para atender bem o cliente

Com consumidores cada vez mais conectados, é extremamente necessário migrar o atendimento para o ambiente digital. Isto permite que a pessoa escolha a maneira mais confortável de se comunicar com a empresa.

Os modernos chatbots, dentro dos apps de mensagem, permitem que a pessoa tire dúvidas, receba vídeos de orientação de uso do produto, faça compras, pagamentos e realize algumas solicitações, como o envio de uma segunda via de boleto, por exemplo. É uma excelente forma de atender bem o cliente!

5. Demonstre autoridade no assunto

O seu atendimento deve ser do tipo que demonstra conhecimento e domínio do problema, pois esse detalhe é importante para passar segurança. Caso contrário, não é possível conquistar a confiança das pessoas.

Por isso, a sua equipe deve ser bem preparada com estudos de casos mais comuns de alto grau de dificuldade para que estejam certos das medidas a serem tomadas no momento da interação.

6. Deixe seu atendimento mais humano

Quando um cliente escolhe falar com um atendente, ele espera que a empatia humana possa ajudar na solução de sua demanda. Acontece que todo mundo pode ter um dia ruim e se sentir mal-humorado.

Nesses casos, procure incluir scripts flexíveis no seu sistema e encoraje a sua equipe para colocar um pouco mais de personalidade nas conversações, utilizando um tom de voz calmo e agradável para encantar e atender bem o cliente.

7. Seja consciente e gentil

Apesar de parecer óbvio, muitos esquecem que o fato de ser simpático e educado faz toda a diferença no atendimento. Evite formar impressões antecipadas, distorcidas ou preconceituosas sobre o cliente.

Demonstre alegria, seja receptivo e proativo. Uma ótima ideia é chamar a pessoa pelo nome sempre que se dirigir a ela, pois isso ajuda a estabelecer uma intimidade. Caso esteja lidando com um cliente grosseiro, continue com a mesma postura.

8. Atenda de imediato

Jamais deixe um cliente esperando — alguns minutos de ociosidade parecem uma eternidade e podem transmitir a sensação de que ele está sendo ignorado. Se for necessário fazer uma pausa, peça desculpas e informe que ele será atendido em breve.

Para acabar de vez com esse constrangimento, a dica é adotar o atendimento automático por chatbot. O sistema pode atender a centenas de usuários ao mesmo tempo, com uma rapidez que os humanos não são capazes de prover.  

9. Evite termos muito técnicos

Se você conhece a terminologia técnica dos produtos, deve se monitorar para não usá-la no diálogo com o cliente. Caso contrário, ele não vai entender e ficará constrangido, o que não é nada bom.

Abreviações e siglas também devem ser evitadas. Use expressões simples do dia a dia e pronuncie as palavras com voz clara e moderada. Se a pessoa não entender, repita a informação e pergunte se ela ainda tem dúvidas.

10. Conheça bem o produto ou serviço que você disponibiliza

De nada adiantaria montar uma equipe de trabalho prestativa, motivada e devidamente uniformizada se ela não conhecer todas as funcionalidades dos produtos e serviços que a sua empresa oferece. Sabe por quê?

O consumidor atual é esperto. Antes de entrar em contato, ele pesquisa informações na internet. Independentemente do canal de contato utilizado, quem está do outro lado percebe quando o atendente demonstra insegurança ou desconhecimento ao responder. É claro que a impressão que fica é negativa.  

11. Saiba como finalizar o atendimento

Seja para fechar uma venda ou para finalizar uma reclamação, é importante saber conduzir a conclusão da interação de forma que o cliente se sinta plenamente atendido em suas necessidades e volte a comprar outras vezes. 

Não esqueça que atropelar o processo decisório ou demonstrar impaciência com uma reclamação pode trazer grandes transtornos para a empresa, como desistências, cancelamentos e publicidade boca a boca negativa.

Por isso, relembre o que foi solicitado e explique detalhadamente a solução aplicada para resolver a situação ou problema. O momento final também é uma ótima oportunidade para perguntar se a pessoa ficou satisfeita com o atendimento.

Você pode disponibilizar uma enquete simples, como uma pesquisa de opinião breve. Dessa forma, o cliente vai entender que a sua empresa está comprometida com a felicidade dele. Ao mesmo tempo, com o feedback recebido, é possível melhorar o atendimento cada vez mais. 

Como você viu, atender bem o cliente não é um bicho de sete cabeças, mas exige uma dinâmica muito grande. Principalmente porque, hoje, a maioria das pessoas têm acesso à tecnologias que permitem fazer contato por mensagem de texto ou voz em qualquer lugar ou horário. Por isso, não fique esperando a concorrência passar na frente e busque a evolução. 

Que tal receber outros artigos diretamente no seu e-mail com soluções práticas para o seu negócio? Assine gratuitamente a nossa newsletter e enviaremos novidades para você! 

Ler mais:

5 sinais de que a sua empresa precisa de chatbots

Mudanças no comportamento do consumidor: o que os chatbots têm com isso?

Personalidade do chatbot: o que é e como defini-la?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação