inteligência artificial

Como a inteligência artificial pode reduzir custos e aumentar a produtividade?

Há alguns anos, acreditávamos que as máquinas nunca poderiam realizar trabalhos complexos, que exijam criatividade ou análises mais densas. Hoje, já existem exemplos de robôs capazes de realizar esse tipo de atividade, ainda que de forma experimental. A inteligência artificial (IA) não para de evoluir, se tornando cada vez mais eficiente em potencializar o trabalho das pessoas.

Agora, chegou a hora de entender como é possível reduzir custos e aumentar a produtividade na empresa com a inteligência artificial.

Investimento a longo prazo

A primeira coisa que você deve saber sobre a inteligência artificial é que, apesar de já existirem muitos exemplos práticos de aplicação em todo o mundo, esta tecnologia ainda é uma novidade. A IA não está disponível para todos os tipos de negócio em escala comercial global com nível de confiabilidade aceitável.

As empresas dispostas a adotar a inteligência artificial devem entender que esse é um investimento a longo prazo. Mas já é possível começar a entrar nesse mundo, usando, por exemplo, um chatbot com comunicação estruturada, software com o mesmo grau de eficiência e com resultados iguais ou até superiores aos de uma verdadeira inteligência artificial.

Mais produtividade

Segundo uma pesquisa da Oxford, 47% dos trabalhos do mundo estão ameaçados pela inteligência artificial. As máquinas serão capazes de atuar mais rápido e com mais qualidade em uma série de processos e funções mais básicas, liberando tempo e recursos para os profissionais humanos trabalharem com atividades ainda mais especializadas ou que requerem criatividade ou trabalho em equipe.

A automação de processos possível hoje já é uma amostra acessível disso para as empresas. É possível, por exemplo, automatizar muito do atendimento da sua organização com chatbots, que são mais rápidos ao resolver problemas mais básicos e mais frequentes do cliente, reduzindo custos como infraestrutura e folha de pagamentos.

Foco total no usuário

Pode parecer estranho de início, mas, hoje, o atendimento automático muitas vezes agrada mais aos clientes que aquele feito por seres humanos. Uma inteligência artificial pode ser bem eficiente nesse aspecto, pois o seu foco é apenas o usuário.

Com novas tecnologias de aprendizado, como machine learning e deep learning, a IA pode desenvolver formas personalizadas para atender os clientes e lidar com os problemas do usuário, desempenhando cada vez melhor suas tarefas.

Processos otimizados pela inteligência artificial

Por mais que ela esteja se tornando muito boa em tarefas “humanas”, a IA ainda é um robô: suas especialidades são tarefas bem estruturadas que possam ser definidas em regras exatas. Justamente esta característica é que faz com que as inteligências artificiais brilhem em algo bem lógico: a otimização de processos.

Esta tecnologia consegue avaliar dados e estatísticas para agilizar processos, corrigindo desvios e determinando o que pode ser eliminado.

Análise de dados complexos

Atualmente, é possível cruzar quantidades absurdas de conjuntos de dados complexos e extrair bons insights deles. Com a evolução da inteligência artificial, será muito mais fácil “minerar” esses dados para encontrar informações úteis.

Apesar de alguns dos melhores sistemas de big data serem capazes de extrair correlações “invisíveis a olho nu” nesses dados complexos, parece que só um ser humano pode discernir o que é realmente útil e o que não faz tanto sentido.

Isso deve mudar em breve, com a chegada de uma inteligência artificial que aprenda com o tempo e possa ler todos os dados em alguns segundos.

E você? Já sabe como a inteligência artificial pode mudar o seu negócio e a sua profissão? Compartilhe com a gente nos comentários abaixo!

 

Leia mais:

Atendimento humano ou atendimento automático: qual agrada mais?

Chatbot com inteligência artificial: conheça as vantagens

6 mitos e verdades sobre chatbots que vão mudar sua maneira de pensar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação