botathon_take

Minhas impressões sobre o botathon na Campus Party 2017

No último fim de semana, participei da Campus Party Brasil 2017 – CPBr10, a convite do Facebook, como mentor de seu 1° Botathon – um hackathon para construção de chatbots. O convite aconteceu devido a uma parceria existente entre a Take e o próprio Facebook. O objetivo do botathon foi divulgar o Messenger como principal plataforma para o desenvolvimento de chatbots.

Para auxiliar os participantes durante o evento, o Facebook convidou as principais empresas brasileiras no mercado de chatbots. Por ser um dos desenvolvedores do BLiP, a plataforma da Take para construção de chatbots, estive presente para auxiliar os participantes em dúvidas técnicas.

O evento contou com 400 inscritos (entre designers, desenvolvedores, nutrólogos, linguistas, DJ e profissionais de outras áreas), divididos em 95 equipes. Segundo a organização do próprio Facebook, o evento contou com o envolvimento de mais de 80.000 pessoas \o/.

 

botathon_campus_party
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
Equipe Take no Botathon

 

Durante as 40 horas do hackathon, tive várias experiências positivas. Troca de ideias, networking, feedbacks positivos e negativos sobre nossa plataforma e muito aprendizado. Alem disso tive o prazer de conhecer pessoas super legais e atenciosas, que vem contribuindo muito para a expansão do ecossistema de chatbots no Brasil!

Especialmente para a Take, o evento serviu como mais uma grande oportunidade de validação da plataforma BLiP com seus principais clientes, os desenvolvedores. Uma das principais preocupações da equipe do BLiP é facilitar a vida do desenvolvedor, tornando o processo de criação dos bots o mais simples possível. Fico muito feliz em saber que estamos caminhando na direção correta, com extensões e SDKs que realmente ajudam o desenvolvedor.

Percebi ainda, que mesmo com todos os nossos esforços diários, ainda podemos melhorar em alguns pontos, como em nossa documentação. Exemplos e tutoriais autoexplicativos podem ser uma saída. Todos os feedbacks foram excelentes e servem de combustível para nos mantermos focados em direção as nossas metas.

 

Veja os projetos participantes e os vencedores no texto completo!

 
 

 
 

Rafael Pacheco

Desenvolvedor na Take

Blog pessoal

LinkedIn

 
 
 
 
 
 
 
 

Leia mais:

1º Hackathon de Chatbots do Brasil foi um sucesso!

Como criamos o chatbot “E aí, Chefito?”

Aprendendo a testar chatbots

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação