mobile-commerce-5-motivos-que-mostram-que-voce-precisa-investir.jpeg

Mobile commerce: 5 motivos que mostram que você precisa investir

O mobile commerce, no Brasil, já deixou de ser tendência para se tornar realidade a partir do momento em que vemos que o número de smartphones ativos já superou 75% da população. Segundo informações da FGV-SP (Fundação Getúlio Vargas), divulgadas na Folha, eram 168 milhões em uso no país até maio de 2016.

Os números deixam claro que há uma enorme demanda que pode estar sendo deixada de lado se a sua empresa tiver uma presença digital e não construir uma oferta para essas plataformas.

Por isso, preparamos mais 5 boas razões para investir no ambiente móvel para vender suas ofertas. Acompanhe!

1. Crescimento das vendas via mobile commerce

De acordo com o relatório Webshoppers, da Ebit, a participação do m-commerce chegou a 23% do total de compras do e-commerce no primeiro semestre de 2016. Muitos podem até pensar que esse share ainda é baixo, mas o que chama a atenção é o crescimento desse número ao longo dos anos.

Em junho de 2011, a participação do m-commerce era de apenas 0,3%. Se comparado aos números de 2016, o aumento foi de quase 77x no share. Assim, observa-se que há uma demanda crescente, cada vez mais consolidada e concentrada nas plataformas mobile.

2. Maior proximidade com o consumidor

Não é difícil de encontrar pessoas na rua, no trabalho ou no transporte público mexendo em seus celulares — isso sem contar o tempo e o foco que elas mantêm em casa. Os smartphones são quase como parte do corpo de muitos consumidores, que andam para diferentes lugares com seus aparelhos no bolso e rapidamente acessíveis.

Dessa maneira, o investimento em apps mobile é importante não só pela proximidade, mas também pela facilidade e rapidez de chegar ao público.

3. Boa parte da população consome aplicativos de mensagem

O uso constante de smartphones reflete em outra tendência: a maior utilização dos aplicativos mobile, com destaque para os de mensagens. Por exemplo, o estudo Digital in 2016, da We Are Social, mostra as parcelas da população que utilizam serviços em dispositivos móveis:

  • 43%, cerca de 89 milhões de pessoas, usam apps de mensagem pelo celular (WhatsApp, Telegram, etc.);

  • 33% utilizam serviços de mapa;

  • 28% usam aplicativos de bancos;

  • 21% jogam games em seus smartphones.

Se as pessoas gostam de consumir aplicativos, em especial os de mensagem, sua empresa tende a sair ganhando com a sua inserção nesses canais.

4. Aumento da demanda com as próximas gerações

Esse crescimento em relação ao consumo via dispositivos móveis se deve, em grande parte, a entrada de consumidores jovens no mercado. É inegável que as crianças e adolescentes já crescem mergulhados nesses dispositivos, e isso, obviamente, tornará o m-commerce mais forte nos próximos anos.

Ao mesmo tempo que isso possa parecer animador, já que haverá mais demanda, também representa um grande desafio aos desenvolvedores e empresas que investem em aplicativos. Esses mesmos jovens consumidores são mais exigentes quanto a experiência de usuário e de compra proporcionada por essas plataformas.

5. A maioria das buscas no Google é feita por dispositivos móveis

Sabemos que o Google, por ser o maior motor de buscas na internet mundial, é um bom identificador de tendências de consumo. Em 2015, um dado chamou a atenção, mas não referente a algum termo de pesquisa, mas sim ao dispositivo em que as procuras estavam sendo realizadas.

Segundo Luis Collado, diretor dos serviços News e Play na Espanha, em reportagem divulgada no site Exame, mais de 50% das pesquisas globais feitas no Google eram originadas em dispositivos móveis. Isso significa que estar fora do alcance dos usuários mobile é ignorar mais da metade do alcance do Google — já que o buscador privilegia os sites (com ou sem apps) amigáveis às telas menores.

A entrada da sua empresa no mobile commerce é importante pela atual e futura demanda dos usuários de dispositivos móveis. Os smartphones e seus aplicativos já fazem tão parte da vida desses consumidores que, se você analisar cada ponto que levantamos no texto, o seu negócio tem muito mais a perder fora desse mercado.

Então, você acredita que o mobile commerce é um caminho seguro para a sua empresa aumentar as vendas? Compartilhe sua opinião nos comentários!

Leia mais: 

Como vender mais e melhorar meus serviços por meio do m-commerce?

Comércio Conversacional: o que é e por que você precisa dele

4 negociações que consigo fazer através de conversas inteligentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação