chatbots_para_atendimento_ao_cliente

Como implementar uma cultura de atendimento orientada para o cliente com chatbots?

Muitas pessoas têm uma ideia distorcida de inteligência artificial, até porque os filmes de ficção científica exploram esse tema de um jeito excessivamente futurista. Mas, no atual contexto da inteligência artificial, existem opções acessíveis para melhorar os processos internos de uma empresa. Dentre elas, estão os chatbots para atendimento ao cliente.

No post de hoje, você vai conhecer a importância dessa estratégia e conferir dicas para implementar uma cultura de atendimento por meio dos chatbots.

Continue a leitura!

O valor dos chatbots para atendimento ao cliente

A maioria das pessoas já se sentiu frustrada em fazer uma pergunta, apresentar uma reclamação, ou mesmo dar uma sugestão e, depois, não receber nenhuma resposta da empresa durante dias.

O simples ato de automatizar o serviço já garante que o seu cliente será atendido em tempo real. Os chatbots gerenciam perguntas e respostas inteligentes durante a interação com o usuário.

Suponhamos que ele faça uma consulta assim: “quando meu produto será entregue?”. Você pode programar o sistema para responder a ele. Com isso, os atendentes humanos têm mais tempo para se dedicar a outras atividades mais complexas.

Essa tecnologia está revolucionando a forma como as empresas interagem com os seus públicos. Afinal, ela ajuda a aumentar as vendas, pois o suporte é imediato, e isso influencia demais na tomada de decisão do consumidor.

A seguir, confira nossas dicas para você implementar uma cultura de atendimento por meio dos chatbots:

1. Padronize o atendimento

Não é por que o atendimento é automático que ele deve ser diferente de outras modalidades de comunicação da empresa.

É preciso ser coerente para transmitir a mesma mensagem e causar sensações similares em todos os canais disponíveis.

2. Crie regras de atendimento

As regras devem prevalecer tanto para os bots quanto para os atendentes humanos.

O mais importante é fazer com que todos os recursos ofereçam a mesma informação, de acordo com a solicitação do usuário. Afinal, a expectativa do seu público é de que o problema seja resolvido.

3. Aposte em um bot acolhedor

Sim, é possível fazer com que os chatbots sejam simpáticos e acolhedores. Existem programas de interação capazes de orientá-los para que se comportem dessa maneira.

Inclusive, é possível fazê-los mencionar nomes, fazer piadinhas ou gerar qualquer outro tipo de conteúdo divertido e pertinente para engajar as pessoas.

4. Defina uma persona para o seu chatbot

Chatbots que até parecem humanos mas não forçam a barra para isso e nem tentam iludir o usuário costumam ser bem sucedidos.  O mais importante é que a “conversa” com o cliente flua.

O storytelling, uma técnica de contar histórias de maneira envolvente, pode ajudar o seu chatbot a prestar um serviço mais humanizado.

5. Crie uma apresentação para o seu chatbot

Defina um nome para o seu bot. Assim, fica mais fácil de construir uma personalidade e interagir com o usuário, e as pessoas não ficam confusas para descobrir como lidar com a ferramenta.

Um bom caminho é aproveitar a primeira mensagem para que o chatbot faça uma apresentação de si mesmo, deseje boas-vindas ao usuário e sugira pequenas ações.

Percebeu como é uma boa ideia investir em chatbots para atendimento ao cliente? Dessa forma, você vai conseguir reduzir os custos e aumentar a produtividade ao mesmo tempo. Pense nisso!

Agora, após conhecer mais sobre os chatbots, para migrar a sua organização para uma nova era digital, conte com a Take. Entre em contato com a gente e garanta a melhor solução para o seu negócio!

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Navegação