captação de leads por chatbot capa

5 formas de medir a captação de leads por chatbot

Com os clientes cada vez mais exigentes, precisando de respostas rápidas e de qualidade, os chatbots se mostram como uma ótima opção para atender às demandas online. A captação de leads por chatbot também surge como uma boa forma de ampliar sua base de contatos — o que pode ajudar na estratégia de Inbot Marketing.

Para quem não sabe, o chatbot é um programa de computador que interage com os clientes por meio de conversas. O software é programado para responder imediatamente às perguntas dos usuários e auxiliá-los na experiência de compra.

Os chatbots também podem ajudar na captação de leads, visto que podem conseguir informações pessoais básicas do usuário e possibilitar que a empresa entre em contato com ele futuramente, o que o torna um cliente potencial. Mas como medir a captação de leads por chatbot?

A seguir apresentamos 5 métricas para que você possa entender o sucesso do seu chatbot. Confira!

1. Taxa de interação

Quanto mais interações o seu chatbot tiver, maior a chance de geração de leads e, consequentemente, de conversão. Portanto, o interessante é medir o número de interações diárias e comparar sempre para avaliar a performance do seu chatbot.

2. Links

Links podem ser uma métrica muito interessante de medir a captação de leads por chatbot. O programa pode, por exemplo, enviar conteúdos de landing pages para os clientes durante a conversação ou um link de acesso a outras páginas de cadastro.

Os links devem ser criados especificamente para serem usados pelo chatbot para que você possa monitorar as fontes de onde vêm os cliques e entender a influência do seu programa.

3. Gatilhos de confusão

Embora os chatbots sejam programados para responder às perguntas mais comuns, muitas vezes, pode ocorrer de eles não estarem preparados para algumas, respondendo algo como: “Desculpe, não entendi a sua pergunta”. Essas ocorrências são chamadas de gatilhos de confusão.

É importante monitorar as falas programadas como gatilhos de confusão e verificar com frequência se há aumentos nos últimos dias, porque pode ser necessário aprimorar a ferramenta incluindo novas respostas, de acordo com as necessidades dos clientes.

4. Número de passos da conversa

Cada solicitação feita pelos usuários e respondida pelo programa é considerada como passo. Essa é uma forma interessante de medir a captação de leads pelo chatbot porque, em teoria, quanto mais passos houver na conversa, maior a capacidade da ferramenta de manter o usuário engajado.

Além disso, clientes em potencial que estão muito interessados costumam ter mais dúvidas. Por isso, entenda qual é a média de passos por conversa, monitore de forma a compreender se a média não sofre muitos desvios e tome ações, se houver necessidade de mantê-la maior.

5. Taxa de satisfação

A taxa de satisfação pode ser facilmente medida para entender a eficácia do seu programa. Basta inserir um link para uma pesquisa no final do atendimento, que pode ser bem simples, com uma frase como a seguinte: “Em uma escala de 0 a 10, qual a probabilidade de você indicar esse canal para um amigo?”.

Assim, basta estabelecer uma média que você quer manter e monitorar. Clientes mais satisfeitos têm maior probabilidade de serem convertidos em leads!

Gostou das nossas dicas para você medir a captação de leads por chatbot? Tão importante quanto atender seus clientes rápida e eficazmente é monitorar a sua performance sobre o tema!

Se você está interessado em saber mais sobre a ferramenta, curta a nossa página no Facebook para acompanhar nossos conteúdos!

Leia mais:

Chatbots para e-commerce: 7 vantagens indiscutíveis

Precisa montar uma estratégia de vendas online? Confira 5 dicas!

Como os chatbots podem melhorar a geração de leads?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This