automação de atendimento capa post

Tecnologia e hospitalidade: um panorama sobre a automação de atendimento no turismo

No dia 2 de março, comemoramos o Dia Nacional do Turismo, um setor em que, de maneira especial, pensar na experiência do usuário final é imprescindível. Com a transformação digital cada vez mais presente na vida de todos, é natural que ela também ocorra com a hospitalidade, o que leva a uma automação de atendimento no turismo.

Além de ter uma paixão por viajar e ser usuário constante de serviços de hospitalidade, já tive a oportunidade de vivenciar esse mundo — tanto no nível operacional quanto como provedor de serviços — e percebi que, muitas vezes, a tradição fala mais alto que a inovação na hotelaria.

Pensando nisso, decidi fazer este post para compartilhar minha visão sobre como está a automação de atendimento no setor de turismo hoje.

Robôs recepcionistas?

Não faz muito tempo que o programa Fantástico mostrou uma reportagem que expunha diversos robôs futuristas trabalhando em hotéis e restaurantes japoneses.

Neste caso, o excesso de automação se tornou mais uma atração que uma ferramenta de melhoria da experiência do usuário final. Porém, para muitos, viajar já é sinônimo de uma imersão digital. Assim, reuni alguns exemplos de como esse novo atendimento no turismo já pode ser sentido:

Como a automação de atendimento acontece na prática?

Você entra no Facebook Messenger da KLM, por exemplo, e faz a reserva de passagens através de um chatbot.

Com as passagens compradas, a Blue Bot interage com você e te ajuda a fazer as malas através da interface de voz do Google Home.

De malas prontas, você consegue fazer o check-in antecipado e receber seus cartões de embarque através do WhatsApp da companhia.

Chegando ao seu destino, enquanto espera suas malas você pode reservar seu carro com a ajuda do assistente virtual da Localiza Hertz no Messenger, sem ter que usar nenhuma outra plataforma. De reserva feita e mala nas mãos, você pode ir direto ao estacionamento, pois a locadora te permite destravar o carro e sair dirigindo usando nada além do seu smartphone.

Ainda no seu aeroporto de origem, você enviou uma mensagem para o hotel e teve sua reserva confirmada, e com mais alguns dados enviados pelo próprio Messenger, seu check-in já fica pronto e sua chave lhe espera na recepção!

Descansado após a longa viagem, você não precisa ligar para a recepção para tirar dúvidas sobre horário do café da manhã, pedir uma refeição ou dicas sobre a região onde está hospedado, pois o hotel disponibiliza um conciérge no aplicativo de mensagens que você mais usa, disponível 24 horas por dia para garantir uma estadia tranquila e confortável.

Uma vez no destino, você começa a receber mensagens com dicas sobre o trânsito. O chatbot do evento para o qual você veio começa a te enviar alertas sobre a programação, assim como aconteceu com quem foi ao Rock In Rio de 2017 e, mais recentemente, com os foliões que curtiram o Carnaval de BH — e não somente para eventos de entretenimento, os chatbots são incríveis ferramentas para quem produz eventos corporativos.

Percebeu como a automação de atendimento já é capaz de melhorar a experiência dos turistas? Apesar de estarmos longe de sermos recebidos num hotel por robôs em forma de dinossauros, como no hotel japonês da reportagem do Fantástico, a presença da tecnologia nas interações dos consumidores com o mercado da hospitalidade já é uma realidade.

Um número interessante

Um estudo da Gartner mostrou que, até 2020, 85% das interações de pessoas com as marcas serão realizadas sem nenhuma interação humana.

Os chatbots, softwares que rodam dentro de aplicações de mensagens, são um importante canal para a comunicação das marcas com os clientes nesse cenário, garantindo uma interação eficiente e uniforme. Como estão dentro de plataformas com as quais as pessoas já são familiarizadas, a adesão dos usuários tende a ser muito maior.

Daqui pra frente, veremos cada vez mais companhias aéreas, cadeias hoteleiras, agências de viagem, locadoras de veículos e todo o universo do turismo investindo em tecnologia para melhorar atendimentos e experiências. Espera-se que, num breve futuro, ter um canal de comunicação através dos aplicativos de mensageria seja tão essencial quanto ter um número de telefone.

E você, vai ficar de fora dessa transformação? Assista ao webinar em que a Take, o Facebook e a Microsoft contam todas as tendências para a comunicação digital e os contatos inteligentes em 2018!


post automação no atendimento turismo vinicao
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
Vinícius Oliveira

Marketing Digital na Take

LinkedIn

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia mais:

Como os chatbots ajudam no engajamento com a marca?

5 maneiras de fazer uma pesquisa de satisfação com clientes

Saiba como atender bem o cliente com 11 dicas imperdíveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This