criar um bot capa post

Não sei programar. Consigo criar um bot mesmo assim?

Estudar Economia e fazer parte da equipe de Negócios da Take pode parecer um pouco distante da realidade de criar um bot.

Isso fez com que eu me questionasse há um tempo se daria conta mesmo de realizar essa tarefa, tão significativa para o universo em que estou inserido.

Então, resolvi responder essa dúvida desafiando a minha experiência — de quem não sabe programar, mas desejava criar um bot no qual as pessoas poderiam receber dicas de restaurantes de acordo com seus desejos.

Os chatbots estão ficando cada vez mais comuns em nosso dia a dia. Porém, pode parecer que criar um é algo distante da nossa realidade; que é muito difícil e só quem é programador profissional conseguiria criar.

Mas não é bem assim! Essa realidade está mudando e, hoje, fazer seu chatbot de forma simples, rápida e intuitiva já é possível.

Para viver a experiência, escolhi a plataforma BLiP, que conta com uma interface de bot builder. Comecei criando uma conta — o que é bem fácil e rápido. Depois disso, assisti a apenas este vídeo para entender como funcionava a plataforma e como eu poderia começar a criar o meu bot:

 

 

E pronto! Já fui criar meu robô de conversa.

Veredito: É possível criar um bot sem saber programar?

Em algumas horas, depois de muitos testes e um grande aprendizado, meu bot estava rodando no Facebook perfeitamente. Os fluxos estavam ótimos, algumas vezes aparecia um bug ou outro, mas consegui entender bem como funcionava o Builder e, com isso, encontrar os erros e consertá-los.

Assim, dada a minha experiência com esta plataforma, minha hipótese de que era, sim, possível criar um bot mesmo não sabendo programar nada foi provada. Dessa forma, proponho a todos que se interessaram pelo assunto a criarem uma conta na plataforma BLiP e conferirem como pode ser fácil e intuitivo criar um bot.

Se você quiser ver como ficou meu bot é só acessar este link e enviar uma mensagem. Ele não é muito complexo, mas pela funcionalidade e o aspecto visual, achei que ficou muito bom para alguém que não sabe programar.

Conclusão

Ao saber dessa possibilidade, podemos acreditar que o número de chatbots criados nos próximos anos será enorme.

São tantas áreas e perspectivas para empregar esses novos assistentes robotizados, e ao facilitar sua construção, a Take está ajudando a construir uma nova revolução digital — na qual o atendimento ficará melhor e mais rápido, a navegação mais intuitiva e simples, e acima de tudo, a comunicação se tornará mais direta e eficiente.

Se você tem alguma ideia, não perca a chance de criá-la! Acesse o BLiP e mãos à obra!

E quando você criar um bot, não deixe de contar a sua experiência pra gente aqui nos comentários!


Guilherme Isaac post criar um bot
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Guilherme Isaac

Negócios na Take

LinkedIn

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia mais:

Sobre construir meu primeiro chatbot e enfrentar novos desafios

3 formas de incorporar o atendimento humano em chatbots

Quais são as limitações dos chatbots e como amenizá-las?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This