Inteligência Artificial no Google Maps capa post

Pra nunca mais se perder: Inteligência Artificial no Google Maps

No último artigo da série “Isso é muito Black Mirror”, sobre o Google Lens, eu disse que a novidade sobre inteligência artificial no Google Maps seria especialmente útil.

Confesso que estou falando sobre essa nova funcionalidade ser especial para mim! Eu sou uma pessoa com zero senso de direção (chego a ficar perdida com mapa na mão!).

Foi pensando em pessoas como eu que o Google implementou novas funções ao seu Maps 😍. Vamos ver quais são elas?

Inteligência artificial no Google Maps simplificando as direções

O primeiro e mais importante passo para mim é cortar o tal de “vire na direção sudoeste”, ou “caminhe para o norte”.

Vocês também tinham que se movimentar e ficar observando o mapa para entender se seu “pontinho” estava se movendo para o lado correto? Meu Deus, eu não sei nem onde eu estou, quanto mais conseguir visualizar uma Rosa dos Ventos!

inteligência artificial no google maps
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

A realidade aumentada adicionada ao Maps permitirá que, ao apontar a câmera do celular para a cidade, setas digitais indiquem as curvas a se fazer para chegar a um destino.

A imagem oferecerá, ainda, o mapa na parte de baixo da tela, mostrando a movimentação do usuário e, na parte de cima, a rua, mostrada pela câmera do celular. Isso será incrivelmente útil!

Avaliações mais fáceis e direcionadas

Outra novidade importante adicionada ao Google Maps são as avaliações de estabelecimentos. Aponte a câmera do seu celular para uma fachada e ele irá retornar com as notas e demais informações sobre aquele lugar.

Além disso, ao clicar em um local no Google Maps, ele informará, com base no conhecimento que tem de você, quais são as chances de você gostar daquele local, dando curtas justificativas.

Mas como? Através do aprendizado de máquina, ele irá gerar porcentagens baseadas em fatores como o que o Google sabe sobre aquele negócio, as preferências do usuário para comidas e bebidas previamente selecionadas no Google Maps, lugares onde a pessoa já esteve e suas avaliações desses locais.

Além disso, as próprias preferências da pessoa podem evoluir com o tempo. Assim, o assistente irá considerar isso e proporcionar que o usuário tome decisões mais rapidamente, de acordo com Sophia Lin, gerente de produto sênior do Google Maps.

Tudo isso lhe parece muito Black Mirror? Assista em vídeo:

Todos sabemos que vivemos em uma era de instantaneidade, sempre on e mobile. As necessidades surgem sem hora marcada e para tomar decisões nessa vibe de imediatismo, e é sempre bom contar com uma forcinha de alguém que já nos conhece bem, né?

Na próxima semana, traremos um assunto sério para encerrar a série: Google News e as eleições! Até lá!


nathalia post inteligência artificial no google maps
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Nathalia Oliveira

Analista de Marketing na Take

LinkedIn

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia mais:

Google Duplex: Isso é muito Black Mirror. Será mesmo?

O Style Match chegou: O que o Google Lens poderá fazer pela gente

Como funciona o novo Android P: Menos tempo on, mais vida off

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This